Ex-meia da seleção italiana é preso por manipulação de resultados 

O ex-meia da seleção italiana Cristiano Doni foi preso nesta segunda-feira pela polícia do país, acusado de participar de um esquema de manipulação de resultados enquanto disputava a segunda divisão da Itália pelo Atalanta. Além de Doni, outros quatro jogadores foram detidos por causa da mesma acusação.

Doni, que jogou a Copa do Mundo de 2002 e havia sido suspenso por três anos pela justiça desportiva, é acusado do envolvimento na fraude de três jogos do Atalanta durante a disputa da segunda divisão italiana na temporada 2010/2011. Carlo Gervasoni, do Piacenza, e Filippo Carobbio, do Spezia, também foram presos sob a mesma acusação, além dos ex-jogadores Luigi Sartor e Alessandro Zamperini.

Em julho deste ano, o ex-artilheiro do Campeonato Italiano Giuseppe Signori e mais 15 pessoas foram presas sob a acusação de participarem da mesma rede internacional de apostas, especializada em manipular resultados em partidas de divisões inferiores da Europa. Por causa do escândalo, o Atalanta começou a atual temporada da primeira divisão da Itália penalizado em seis pontos.