Obama pede unidade nacional e agradece aos soldados que lutaram no Iraque

O presidente americano, Barack Obama, fez neste sábado um chamado à unidade nacional ao expressar sua gratidão às tropas que lutaram no Iraque, para as quais deu as boas-vindas após o fim da guerra.

"Agora isto nos encoraja a servir a estes valentes homens e mulheres assim como eles fizeram conosco", disse Obama em seu programa semanal de rádio e internet.

"A cada dia eles assumiram suas responsabilidades com suas famílias e seu país", disse. "Agora é o momento de assumir as nossas, especialmente aqueles de nós que vocês enviaram para servir em Washington", acrescentou Obama.

O presidente disse que as divisões políticas e a discórdia não devem ser um obstáculo no caminho do progresso nos Estados Unidos.

"Este é um momento no qual devemos nos unir para garantir que todos os americanos terão a oportunidade de trabalhar para ter uma vida digna, uma casa própria, enviar seus filhos à universidade e garantir uma aposentadoria digna", afirmou.

As forças americanas encerraram formalmente sua missão no Iraque na quinta-feira com uma cerimônia em Bagdá.

A cerimônia de retirada da bandeira foi realizada perto do aeroporto, o primeiro ponto de Bagdá que foi ocupado em 2003, e foi presenciada pelos cerca de 4 mil soldados americanos que ainda se encontravam no Iraque e que deixarão o país nos próximos dias.