Cinco ativistas e dois policiais são mortos no Cazaquistão

Cinco militantes e dois membros da polícia de elite morreram em confrontos no sul do Cazaquistão, informou a promotoria. O tiroteio aconteceu depois que os suspeitos se negaram a se entregar e abriram fogo contra as forças de ordem.

Os fatos ocorreram no povoado de Boraldai a alguns quilômetros ao norte de Almaty.