Doze chefes de Estado e governo vão a Durban para COP-17

Doze chefes de Estado e governo, além de 130 ministros, participam a partir da próxima terça-feira da Conferência da ONU sobre o clima em Durban, na África do Sul, informou esta sexta-feira a encarregada das Nações Unidas para o tema, Christiana Figueres.

"Haverá 12 chefes de Estado (ou de governo) e 130 ministros", disse Figueres à imprensa. Segundo o programa oficial da conferência, estarão presentes os presidentes de Gabão, Congo, Honduras e Nauru, e os chefes de governo de Etiópia, Senegal, República Centro-africana e Noruega, entre outros.

A maioria dos ministros encarregados de temas climáticos chegará "entre segunda e terça-feira, antes da fase de alto nível, que começará na terça-feira" à tarde, acrescentou Figueres. Os ministros terão que optar entre as diferentes propostas que estão sendo negociadas antes do fim da conferência, no próximo dia 9.

A polícia sul-africana impediu esta sexta-feira que centenas de manifestantes entrassem no centro de conferências de Durban, onde será realizada a partir da segunda-feira a Conferência da ONU sobre o Clima, constatou a AFP. Não houve detenções, nem feridos, informou a polícia. As negociações climáticas na África do Sul atraem 15 mil pessoas a Durban.