Parlamento iraniano quer revisar a cooperação com a AIEA

O parlamento iraniano considera necessário rever a cooperação de Teerã com a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) por causa do tom hostil do recente relatório do órgão sobre o Irã, afirmou neste domingo o presidente da Assembleia, Ali Larijani.

"O Parlamento Europeu considera que a posição da AIEA (em seu último relatório) se assemelha a uma hostilidade e obedece às ordens dos Estados Unidos e do regime sionista", declarou Larijani em um comunicado lido aos deputados.

"Considera que é preciso rever a cooperação (do Irã) com a agência, que mostrou que a cooperação ou falta de cooperação (do Irã) não tem efeito sobre as decisões não-profissionais" da AIEA, disse ainda

A AIEA expressou "sérias preocupações" sobre uma eventual dimensão militar do programa nuclear do Irã em seu último relatório sobre a República Islâmica divulgado na terça-feira.

O Irã rejeitou o relatório e acusou a agência de ser manipulada pelos Estados Unidos e Israel para tentar isolá-lo.