Atentados a bomba em Bagdá deixam ao menos 10 mortos

Um duplo atentado a bomba sacudiu nesta quinta-feira à noite o bairro de Urr, no norte de Bagdá, deixando pelo menos 10 mortos e 35 feridos, indicaram autoridades de segurança.

Um funcionário do ministério da Defesa afirmou que 10 pessoas morreram e 32 ficaram feridas, enquanto uma autoridade do Ministério do Interior falou em 12 mortos e 45 feridos nas explosões.

Outras duas pessoas morreram e 13 ficaram feridos em outros ataques armados e a bomba na capital iraquiana nesta quinta-feira.

O funcionário do Ministério do Interior indicou que a primeira bomba explodiu por volta das 19h00 (14h00 de Brasília). Como nos atentados anteriores, uma segunda bomba explodiu quando as forças de segurança e outras pessoas chegavam para prestar socorro.

"A primeira bomba não era muito poderosa, mas a segunda era forte", disse Wissam Nauhas, que fazia compras na área no momento da explosão. "Após a segunda explosão, policiais atiraram para o ar e ambulâncias começaram a chegar", acrescentou.

Dois policiais e dois soldados estão entre os mortos, e três policiais e dois militares ficaram feridos, acrescentou o funcionário do Ministério do Interior.

Os episódios de violência no Iraque registraram uma forte queda em relação ao pico de 2006-2007, mas os atentados ainda são frequentes. No total, 185 pessoas foram mortas em ataques no mês de setembro, segundo dados oficiais.