Acordo de cessar-fogo entre forças governamentais e dissidentes no Iêmen

As forças do presidente iemenita Ali Abdullah Saleh e a de seus adversáros chegaram a um acordo sobre um cessar-fogo imediato, anunciou nesta terça-feira uma fonte governamental.

A primeira divisão blindada do exército que havia se somado aos protestos confirmou o acordo, assim como a assessoria do poderoso chefe tribal xeque Mohsen al Ahmar. Ambas as partes se encontravam em combate com as tropas do chefe de Estado.

"O cessar-fogo entrou em vigor às 15h00 locais (10h00 de Brasília) e deve ser seguido pela retirada dos homens armados das ruas, do desmantelamento das barreiras e das barricadas e do retorno à normalidade na capital", indicou a agência oficial Saba.