Tunisianos no exterior começam a votar na 1ª eleição livre da primavera árabe

Os tunisianos que moram no exterior começaram a votar nesta quinta-feira para escolher seus representantes na Assembleia Constituinte, três dias antes da eleição na Tunísia, a primeira votação livre da "primavera árabe" depois dos 23 anos da ditadura de Zine El Abidine Ben Ali.

A votação dos tunisianos no exterior, que escolherão 18 dos 217 membros da futura assembleia, prosseguirá até sábado.

A votação acontece nos consulados ou embaixadas em seis circunscrições: duas na França, uma na Itália, uma na Alemanha, uma na América do Norte e uma para os países árabes.

A participação, tanto no exterior como na Tunísia, é uma das incógnitas do pleito. O partido islamita Ennahda, duramente reprimido durante o regime de Ben Ali, é considerado o favorito.

Ben Ali, refugiado na Arábia Saudita, foi expulso do poder em janeiro por uma revolta popular sem precedentes que representou o início da "primavera árabe".