Ban Ki-moon considera 'inaceitáveis' ataques curdos na Turquia

 O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, considerou nesta quarta-feira "inaceitáveis" os ataques dos rebeldes curdos do PKK na fronteira entre Turquia e Iraque nos quais 24 soldados turcos e pediu que ambos os países realizem um "diálogo construtivo".

"O secretário-geral manifesta a sua preocupação" com estes ataques e considera "inaceitável que o território iraquiano seja utilizado para organizar ataques contra os países vizinhos", afirmou seu porta-voz, Martin Nesirky.

"A soberania e a integridade territorial da Turquia e do Iraque devem ser respeitadas", acrescentou Ban, que exortou "o Iraque e a Turquia a realizar um diálogo construtivo para encontrar uma solução pacífica para este desafio", acrescentou o porta-voz.

Os rebeldes curdos mataram 24 soldados da Turquia e feriram 18 em uma série de ataques na fronteira deste país com o Iraque, aonde o Exército de Ancara para perseguir os agressores até suas bases de retaguarda, segundo o primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan.