TV ligada a Kadafi confirma morte de filho de ex-ditador

Um canal de televisão ligado a Muammar Kadafi confirmou a morte de Khamis, filho mais novo do ex-ditador líbio, informação que o Conselho Nacional de Transição (CNT) já havia divulgado no fim de agosto.

O canal Arrai, que tem sede em Damasco, informou no domingo à noite que Khamis faleceu em 29 de agosto na cidade de Tarhuna, 80 km ao sudeste de Trípoli, "combatendo inimigos da pátria".

Seu primo Mohamed, filho do comandante dos serviços de inteligência do coronel Kadafi, Abdullah Senusi, morreu no mesmo dia.

Esta é a primeira vez que um meio de comunicação pró-Kadafi confirma a morte de Khamis, anunciada diversas vezes desde o início do conflito, mas desmentida a cada oportunidade pelo antigo regime.

De acordo com as novas autoridades líbias, Khamis morreu no dia 29 de agosto e foi sepultado na região de Tarhuna.

O filho mais novo de Muamar Kadafi, de 28 anos, comandava uma brigada que era considerada uma das mais eficientes das forças leais ao ex-ditador.