Boston investiga se tentativa de suicídio causou explosão

Uma explosão que provocou um incêndio na última madrugada em um prédio residencial em Boston, nos Estados Unidos, pode ter sido causado por uma tentativa frustrada de suicídio. A polícia investiga um homem que foi ao hospital com queimaduras, afirmando que ele havia provocado o fogo. Mais de 20 apartamentos foram destruídos no edifício, no bairro Roxbury.

Segundo a agência AP, 10 moradores foram levados para o hospital, a maioria por ter inalado fumaça. Dois bombeiros e um policial tiveram ferimentos leves.

Os bombeiros resgataram pelo menos 15 pessoas do edifício, entre elas um menino de 6 anos que foi jogado de uma janela do terceiro andar. Os pais dele, Herbert e Judith Lamb, precisaram jogar o menino do apartamento deles em direção a um bombeiro que esperava do lado de fora.

"Graças a Deus eu peguei ele. Eu nunca havia precisado fazer isso antes, e espero nunca precisar fazer de novo", afirmou o bombeiro Glenn McGillivray ao jornal The Boston Globe. Ele disse que sabia que Judith Lamb não conseguiria esperar até a chegada de mais equipes, então o bombeiro a instruiu a jogar o menino. Depois, eles usaram uma escada para resgatar a mulher.

Moradores afirmaram que a explosão ocorreu por volta de 1h desta segunda-feira (horário local). Um pouco depois, um homem foi ao hospital Boston Medical Center com queimaduras e disse ter iniciado o fogo, afirmou o porta-voz dos Bombeiros, Steve MacDonald. Não ficou claro se ele morava no prédio ou estava visitando alguém.

Cerca de 160 bombeiros foram chamados para combater as chamas. Um abrigo temporário foi montado na cidade para receber os moradores. Autoridades não confirmaram o que causou a explosão.