Novos distúrbios em passeata estudantil no Chile

Distúrbios e confrontos entre estudantes e policiais chilenos ocorreram durante uma nova passeata estudantil neta quinta-feira, em Santiago, para pedir uma educação de qualidade e gratuita.

Os distúrbios ocorreram perto do parque O'Higgins, no sul da capital chilena, fora do percurso que o Governo havia permitido para a realização da marcha.

A polícia reagiu com gases lacrimogêneos e carros lança-jatos de água para dispersar os manifestantes, que responderam jogando pedras e atacando os policiais com pedaços de pau, segundo imagens da tv chilena.

Os gases lançados atingiram construções privadas, causando pânico dos habitantes que circulavam pelo conhecido parque.

A manifestação havia começado de maneira pacífica diante da Universidade de Santiago.

As mobilizações estudantis acontecem há cinco meses, com convocações que reuniram mais de 80.000 pessoas e que, em sua maioria, foram marcadas por distúrbios.