Conselho de Direitos Humanos da ONU quer readmitir a Líbia

O Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas informou que quer revogar a suspensão da Líbia como Estado-membro do órgão. Uma resolução, pedindo à Assembleia Geral da ONU que readmita a Líbia no Conselho foi aprovada nesta quinta-feira, em Genebra.

O país árabe foi suspenso em fevereiro por causa da repressão violenta pelas tropas do regime de Muamar Kadhafi aos rebeldes líbios, que acabaram assumindo o controle do país.

Os rebeldes, que agora formam o Conselho Nacional de Transição, CNT, também foram reconhecidos pela comunidade internacional, incluindo as Nações Unidas, como as novas autoridades da Líbia.

Nesta quinta-feira, o CNT se comprometeu “a promover e proteger os direitos humanos, a democracia e o Estado de direito no país”.

As novas autoridades líbias afirmaram ainda que irão cooperar com a Comissão Internacional de Inquérito, que está apurando alegações de violações dos direitos humanos na Líbia.

A Comissão foi nomeada pelo órgão das Nações Unidas.