Mandado de prisão é emitido contra ex-premier líbio Al-Baghdadi Al-Mahmudi

O Procurador Geral emitiu um mandato de prisão contra o ex-primeiro-ministro Al-Baghdadi Al-Mahmudi que está na Tunísia, afirmou nesta quarta-feira o ministro interino da Justiça, Mohammed al-Alagi.

"O Procurador Geral iniciou uma investigação após receber um grande número de queixas de cidadãos contra Al-Baghdadi Al-Mahmudi e emitiu um mandato de prisão para que ele volte da Tunísia", declarou Alagi em uma coletiva de imprensa em Trípoli.

Al-Baghdadi Al-Mahmudi, condenado no dia 22 de setembro a seis meses de prisão por entrar ilegalmente na Tunísia, foi absolvido na terça-feira pela justiça do país.

Seu advogado Aref Ruissi declarou à AFP que o ex-primeiro-ministro deixou a prisão de Mernaquiya (14 km ao sudoeste da Tunísia), onde estava detido. "Eu desconheço o lugar para onde foi depois disso", acrescentou.