Detido nos EUA homem que preparava atentado contra Pentágono e Capitólio

Autoridades americanas detiveram, perto de Boston (nordeste), um homem que preparava atentados contra alvos governamentais em Washington com pequenos aviões movidos por controle remoto carregados de explosivos, informaram fontes oficiais.

Rezwan Ferdaus, de 26 anos, foi acusado de querer atacar o Pentágono e o Capitólio e tentar fornecer material para fabricação de bombas com o fim de usar contra soldados americanos no Iraque, informou em um comunicado a promotora federal do distrito de Massachussetts, Carmen Ortiz.

"A conduta alegada hoje mostra que o sr. Ferdaus planejava com antecedência cometer atos violentos contra o nosso país, inclusive com ataques ao Pentágono e ao Capitólio", disse Ortiz.

No âmbito do suposto complô, agentes do FBI disfarçados atuaram como cúmplices, fornecendo a Ferdaus um avião movido por controle remoto, explosivos C4 e armas leves que ele supostamente planejava usar em ataques simultâneos em Washington.

No entanto, "as pessoas nunca correu perigo por causa dos artefatos explosivos, que eram controlados por funcionários do FBI disfarçados", reforçou a polícia federal americana.

Ferdaus foi detido em Framingham, perto de Boston, imediatamente após colocar armas recém-entregues em um contêiner, acrescentou o FBI.