Dupla de norte-americanos libertados pelo Irã chegam a Nova York

Os dois montanhistas americanos libertados depois de passar dois anos numa prisão do Irã sob acusação de espionagem chegaram a Nova York neste domingo, segundo um porta-voz da família.

Shane Bauer e Josh Fattal, ambos com 29 anos, estavam acompanhados por suas famílias e não fizeram comentários ao chegar. As autoridades aeroportuárias não permitiram que os repórteres se aproximassem deles.

Após a sua libertação, na quarta-feira, da prisão de Evin, no norte de Teerã, Bauer e Fattal passaram três dias com suas famílias no Sultanato de Omã, que intermediou a libertação.

Antes de partir de Muscat na noite de sábado, os dois mais uma vez agradeceram ao Sultão Qaboos por seu papel em sua libertação.

Fattal e Bauer foram presos em 31 de julho de 2009, junto com a americana Sarah Shourd, na fronteira entre o Iraque e o Irã durante uma caminhada nas montanhas do Curdistão iraquiano.

Bauer, jornalista free-lancer, e Fattal, que trabalha no setor ambiental, afirmaram ter cruzado a fronteira por engano, mas foram condenados a oito anos de prisão por "entrar ilegalmente no Irã" e "espionagem".

Sarah Shourd, 33 anos, foi libertada em setembro de 2010 por razões médicas.