Quarteto propõe acordo entre Israel e palestinos até fim de 2012

O Quarteto para o Oriente Médio (EUA, Rússia, União Europeia e ONU) propôs nesta sexta-feira a obtenção de um acordo final de paz entre israelenses e palestinos "antes do fim de 2012", em uma declaração divulgada na ONU após o pedido de adesão de um Estado palestino.

"Em um mês haverá um encontro preparatório entre as partes para fechar a agenda e os métodos de procedimentos da negociação. Nesse encontro haverá um compromisso de que o objetivo de qualquer negociação seja alcançar um acordo em um prazo fechado pelas duas partes, mas até o fim de 2012", disse a declaração publicada após uma reunião do grupo em Nova York.

O Quarteto pede a israelenses e palestinos que apresentem "propostas completas em três meses sobre a segurança e o território (a questão das fronteiras), e façam progressos substanciais em seis meses".

Uma conferência internacional será realizada em Moscou para avaliar o avanço das discussões "no momento que convir".

Também será realizada uma conferência de doadores para a Palestina, apesar de a data não ter sido informada.

O presidente palestino, Mahmud Abbas, apresentou nesta sexta-feira o pedido de adesão de um Estado da Palestina à ONU, apesar da ameaça de veto dos Estados Unidos e da rejeição de Israel, uma decisão histórica justificada com um discurso na Assembleia Geral, que o ovacionou.