Homem ateia fogo ao próprio corpo diante da sede do governo polonês

Um homem de 49 anos com graves problemas financeiros tentou, num gesto de desespero, se imolar nesta sexta-feira diante da sede do governo polonês, informou a polícia de Varsóvia.

O homem foi imediatamente socorrido por agentes de segurança da sede governamental e levado para um hospital. Segundo os médicos, seu estado é grave, mas sua vida não corre perigo.

O homem deixou uma carta explicando seu gesto no banco da praça junto à sede e enviou uma cópia para os principais jornais.

O primeiro-ministro polonês, Donald Tusk, em viagem eleitoral pelo país antes das legislativas de 9 de outubro, anunciou que interromperia sua agenda para voltar à capital e visitar a vítima.

"É um caso extremadamente dramático", declarou Tusk,visivelmente comovido.