Filho de Kadhafi está retido no Níger

Saadi Kadhafi, um dos filhos do ex-ditador líbio Muammar Kadhafi, está "retido" em uma residência oficial do governo do Níger, país ao qual chegou no domingo passado, informou nesta terça-feira o governo dos Estados Unidos.

"Segundo o que sabemos, está retido em uma residência oficial", revelou a porta-voz do departamento americano de Estado, Victoria Nuland, que comparou a situação a uma "prisão domiciliar".

Uma fonte do governo do Níger disse à AFP "desconhecer a situação" de Saadi Kadhafi, mas admitiu que ele entrou no país africano com outras oito pessoas ligadas ao antigo regime, que também estão sob "vigilância".

O funcionário destacou que não se trata de "detenção" de Saadi ou de seu grupo.

Outro membro do governo local informou que Saadi Kadhafi entrou no Níger pelo norte do país no domingo, mas chegou à capital Niamey apenas nesta terça-feira.

O filho de Kadhafi chegou à capital em um avião C-130 do Exército do Níger procedente do aeroporto de Agadez, no norte do país, em meio a um forte esquema de segurança.

Victoria Nuland voltou a exortar hoje o Níger a chegar a um acordo com o Conselho Nacional de Transição (CNT) líbio sobre os dirigentes refugiados naquele país.

Nuland também confirmou que Saadi Kadhafi não integra a lista de pessoas proibidas de viajar pela resolução 1970 da ONU, adotada em fevereiro passado.