Embaixada dos EUA e quartel-general da Otan são atacados no Afeganistão

O movimento fundamentalista Talibã realizou um ataque na região das embaixadas, no centro de Cabul, capital do Afeganistão, nesta terça-feira (13), atingindo a Embaixada dos Estados Unidos e o QG da Otan.

Quatro ou cinco francoatiradores estavam entrincheirados em um edifício do centro de Cabul. De acordo com o chefe de polícia criminal da capital, Mohammad Zahir, os talibãs dispõem de morteiros e fuzis.

A ação começou com um ataque  suicida, que tinha como alvo forças de inteligência locais e estrangeiras na capital.

>> Al-Qaeda divulga vídeo inédito de Osama Bin Laden e Zawahiri

As explosões aconteciam em vários pontos de Cabul, o que dá a entender que os talibãs atacavam muitos objetivos ao mesmo tempo. A polícia confirmou as explosões e tiros, mas não revelou a origem.

"A Isaf está sendo atacada", declarou à AFP uma fonte militar ocidental que não confirmou uma ação contra o quartel-general.

Os talibãs assumiram posição em um edifício em construção perto de uma base do Exército afegão, segundo uma testemunha.

"Executamos um grande ataque suicida contra os serviços de inteligência estrangeiros e afegãos", escreveu Zabiullah Mujahid, porta-voz dos talibãs, em um SMS enviado à AFP pouco depois das primeiras explosões.

Com AFP