Imã é assassinado em Baquba no Iraque

Um imã foi assassinado por homens armados na manhã desta segunda-feira no centro de Baquba (60 km ao nordeste de Bagdá), afirmou uma fonte ligada ao serviço de segurança.

"Homens armados mataram nesta manhã, com o uso de silenciadores, o imã da mesquita al-Chuhada, Ahmed Mahmud al-Djabalaoui, de 53 anos", disse a fonte.

O imã, conhecido por suas posições criticas à Al-Qaeda, foi morto quando se preparava para a oração da manhã na mesquita, situada no centro da cidade.

Um outro ataque com carro-bomba deixou seis pessoas feridas, sendo cinco policiais, hoje em Mossul. "Cinco policiais e um civil ficaram feridos após a explosão de um carro-bomba conduzido por um terrorista suicida", confirmou um policial.

Em Iskandariya (50 km ao sul de Bagdá), um carro-bomba feriu dois civis.

As violências diminuíram no Iraque desde 2006-2007, mas os atentados continuam frequentes, e ataques importantes aconteceram em agosto.

Em agosto, 239 pessoas morreram em ataques no país, segundo estatísticas oficiais. No total, 1860 iraquianos foram mortos desde o inicio do ano, segundo os dados do governo.