Explosão em central nuclear francesa provoca risco de vazamento

A explosão de um forno que recicla resíduos levemente radioativos na central nuclear de Marcoule (sul da França) deixou um morto e quatro feridos, um em estado grave, nesta segunda-feira, informaram a Autoridade de Segurança Nuclear (ASN) e a empresa de energia elétrica EDF.

O acidente não provocou vazamento radioativo ou químico na parte externa da instalação, ressaltaram a ASN e a EDF em comunicados distintos. O Ministério da Energia confirmou a inexistência de vazamento radioativo.

"Segundo as primeiras informações, foi a explosão de um forno usado para fundir os resíduos radioativos metálicos de leve e muito leve atividade" que acionou seu centro de urgência devido ao acidente, no final da manhã, indica a ASN.

Segundo um porta-voz da EDF, cuja filial Socodei opera o centro situado em Marcoule, "foi um acidente industrial, e não um acidente nuclear".

"Nesse tipo de forno, há dois tipos de resíduos: resíduos metálicos (válvulas, bombas, ferramentas) e resíduos combustíveis, como luvas ou combinações de trabalho dos técnicos", explicou à AFP.

"O incêndio causado pela explosão foi controlado", acrescentou a EDF.