Salmo citado por Obama no 11/09 está no Alcorão, diz líder islâmico

A mensagem religiosa do presidente americano Barack Obama no discurso da manhã deste domingo no Marco Zero, em Nova York, durante cerimônia em homenagem às vítimas do ataque terrorista de 11 de setembro, está presente no livro sagrado das três mais importantes religiões do mundo. O verso "Deus é refúgio", presente no salmo 46 da Bíblia, tem equivalentes também no Alcorão e na Torá.

O vice-presidente da Assembleia Mundial da Juventude Islâmica da América Latina, Sheikh Jihad Hassan Hammadeh, viu na escolha das palavras de Obama uma tentativa de dar um ponto final à perseguição contra islâmicos em seu país e no mundo. "Passada uma década, vira-se a página para outro projeto. Falou-se há 10 anos no terrorismo como uma nova cruzada, em 'quem não está conosco está contra nós'. Era um discurso de divergência. Agora é um discurso convergente, de união, do que temos em comum", diz o religioso.

De acordo com o sacerdote, este discurso de Obama antagoniza o do republicano George W. Bush em 2001, quando os ataques aconteceram. "Obama transita por todas as s religiões e fez uma escolha simbólica, com um significado muito grande. É um discurso de união", resumiu. Ainda de acordo com o religioso, o trecho do alcorão que evoca a mesma passagem é pouco diferente do bíblico: "Em Alah, que busquem refúgio os fieis"