G8 promete US$ 48 bilhões para financiar desenvolvimento e estabelecer democracia em países árabes

Países árabes receberão US$ 48 milhões do G8 (grupo que reúne Estados Unidos, França, Alemanha, Japão, Grã-Bretanha, Itália, Canadá e Rússia) para auxilar no processo de reconstrução da democracia. Egito, Tunísia, que recentemente depuseram ditadores de longa data, Marrocos e Jordânia poderão contar com o incentivo financeiro.

A oferta ocorreu durante um encontro, em Marselha, que uniu representantes do Banco Mundial e do Fundo Monetário Internacional. O Conselho Nacional de Transição da Líbia esteve presente, mas a Líbia ainda não foi incluída oficialmente à lista de beneficiados.