Kadafi afirma que passeou por Trípoli e convoca resistência

O coronel líbio Muamar Kadafi afirmou que passeou de maneira incógnita por Trípoli e convocou os habitantes a "limpar" a capital dos combatentes rebeldes, em uma mensagem de áudio divulgada nesta quarta-feira pelo canal sírio Arrai.

"Caminhei incógnito, sem que as pessoas me vissem, e observei jovens dispostos a defender a cidade". Mas o ditador não revelou quando fez o "passeio". "Homenageio estes jovens", completou.

Kadafi convocou "os habitantes de Trípoli, as tribos, os jovens, os idosos a sair às ruas e limpar Trípoli dos ratos", em uma referência aos rebeldes.

O dirigente líbio já havia afirmado em outra mensagem de áudio, divulgada na terça-feira pelo canal Al-Oruba e no site da Al-Libiya, a emissora de seu filho Seif al-Islam, que saiu do ar, que deixou o quartel-general na capital do país por "razões táticas".

Os rebeldes, apoiados pela Otan, tomaram o controle na terça-feira do quartel-general de Kadafi em Trípoli, em mais um duro golpe para o regime, mas Kadafi não foi localizado.