"Transição começa imediatamente", diz número dois da rebelião líbia

"A transição começa imediatamente" para a construção de uma "Nova Líbia", anunciou nesta terça-feira à noite o número dois da rebelião, Mahmud Jibril, no momento em que os rebeldes tomavam em Trípoli o controle do QG de Muamar Kadhafi, que ainda não foi encontrado. 

"A transição começa imediatamente’, declarou Jibril em Doha. Ele dirige o Executivo da rebelião e é o número dois do Conselho Nacional de Transição (CNT), órgão político dos rebeldes. 

"Construímos agora uma Nova Líbia, com todos os líbios como irmãos por uma nação unida, civil e democrática’, acrescentou Jibril. 

"Haverá uma primeira eleição constitucional, mas devemos ser dignos da revolução e construir um novo país’, completou. 

O CNT foi oficialmente criado em 27 de fevereiro em Benghazi (leste), nos dias posteriores ao início da revolta popular contra o regime do coronel Muamar Kadhafi. 

A ‘declaração constitucional’, última parte do plano elaborado pelos rebeldes tendo em vista a queda do coronel Muamar Kadhafi, prevê desde a transferência do CNT de Benghazi a Trípoli, e depois a nomeação, em um prazo máximo de 30 dias, de um gabinete executivo temporário ou governo interino, encarregado de controlar os assuntos do país.