ONU: investimentos em ecossistema ajuda segurança alimentar

O investimento em serviços de ecossistemas pode fortalecer a segurança alimentar. A afirmação é parte de um relatório das Nações Unidas, divulgado em Estocolmo, na Suécia, durate a Semana Mundial da Água.

Segundo o Programa da ONU para o Meio Ambiente, Pnuma, a medida pode ainda ajudar a enfrentar os efeitos da mudança climática e melhorar a economia de comunidades carentes.

Chuva

Entre as propostas do relatório “Uma Abordagem sobre Ecossistemas para Água e Segurança Alimentar” estão a diversificação de plantações, mais cultivo de árvores em fazendas e melhorias na coletagem de águas da chuva.

Para o Pnuma, passos como esses poderiam evitar a escassez de água e de alimentos para uma população mundial de 9 bilhões de pessoas até 2050.

O estudo foi compilado pela agência da ONU, pelo Instituto Internacional de Gerenciamento de Água, em parceria com outras 19 organizações.

As recomendações incluem o tratamento de zonas áridas, pântanos, sistemas de plantio, pesca e rebanhos.

Amazônia Peruana

Um dos maiores impedimentos para a produção de alimentos em terras áridas é a escassez de água e a degradação do solo.

O relatório do Pnuma sugeriu a criação de corredores para promover a movimentação de rebanhos em zonas áridas além do cultivo de plantas que são mais adaptadas a este tipo de vegetação.

O documento citou a Amazônia peruana como um exemplo de gerenciamento ao lembrar dos investimentos de comunidades indígenas em serviços de ecossistemas que atendem os próprios moradores da floresta. Pelo programa, cerca de 600 famílias aumentaram suas rendas com a produção de peixes e vegetais.