Navio do Greenpeace vira hospital em Bangladesh

O Greenpeace doou seu barco "Rainbow Warrior II" a uma organização humanitária de Bangladesh, que o transformará em um hospital flutuante, informou a associação ecológica.

"Este barco transportou pessoas pelo mundo e foi um ícone da esperança frente ao pessimismo, e um emblema da ação frente à suficiência. É hora de passar o bastão", declarou o capitão do navio, Mike Fincken, en Singapur.

A associação bengalesa Friendship (Amizade) rebatizou a embarcação de Rongdonu, que significa "Arco-íris", e a transformará em hospital.

O navio será usado para ajudar as comunidades mais pobres do país que vivem em áreas de difícil acesso por terra, segundo Fincken.

O primeiro "Raibow Warrior" foi afundado por agentes secretos franceses em 1985.

Segundo o Greenpeace, ao longo de sua carreira, o "Rainbow Warrior II" participou em várias campanhas contra a poluição industrial e os testes nucleares. Também ajudou as vítimas do tsunami no sul da Ásia em 2004 e bloqueou as exportações ilegais de madeira nas florestas tropicais.

O terceiro "Rainbow Warrior" está praticamente concluído e deve zarpar ainda este ano.