Unrwa alarmada com relatos de ataques mortais na Síria durante o fim de semana

Refugiados Palestinos, Unrwa, reagiu de forma alarmante às informações relatadas de que deslocados de um campo de palestinos na Síria morreram e outros ficaram feridos, após disparos das forças de segurança do governo.

Relatos da mídia indicam que a tropa síria está envolvida em um forte ataque na cidade de Latakia, no  norte do país, usando navios de guerra e carros blindados para atacar manifestantes civis.

Pelo menos 19 pessoas morreram vítimas do incidente que aconteceu neste fim de semana.

Mais liberdade

O ataque na região de Latakia’s El Ramel é o último de uma série de confrontos mortais entre as forças governamentais e manifestantes desde que civis foram às ruas, em meados de março, para exigir mais liberdade.

De acordo com a Unrwa, cerca de 2 mil pessoas foram mortas nos últimos cinco meses. Altos funcionários da ONU, incluindo o Secretário-Geral Ban Ki-moon, já se manifestaram contra a repressão violenta.

Moderação

O porta-voz da Unrwa, Chris Gunness condenou o uso da força contra civis e pediu às autoridades sírias que ordenem moderação às forças de segurança, de acordo com o direito internacional garantindo que todos os civis, incluindo refugiados palestinos, estejam sãos e salvos.

Os protestos na Síria são parte de uma ampla onda de revoltas populares em todo o Oriente Médio e Norte da África desde o início do ano, e levaram à queda dos regimes aa Tunísia e do Egito, incluindo o actual conflito na Líbia e agitação no Iêmen e Bahrein.