Monge budista ateia fogo ao próprio corpo em zona tibetana da China

Um monge budista morreu nesta segunda-feira ao imolar-se numa zona tibetana da província chinesa de Sichuan.

A agência oficial Nova China anunciou a imolação por fogo do monge sem especificar o desenlace do ato, mas testemunhas contatadas por telefone confirmaram a morte dele.

"Vi um monge no chão e seu corpo estava em chamas", afirmou à AFP uma das testemunhas, funcionário de um hotel vizinho, ressaltando que o monge havia distribuído panfletos antes de suicidar-se.

Trata-se da segunda imolação realizada este ano na China por monges budistas, que protestam contra o controle exercido por Pequim sobre as províncias de etnia tibetana.