Síria: ao menos 10 mortos em Latakia, bombardeada por navios e tanques

Ao menos 10 civis morreram e 25 ficaram gravemente feridos neste domingo no bairro Al Raml al Junubi de Latakia, cidade costeira do oeste da Síria, que era bombardeada por navios de guerra e tanques, anunciou o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

"Dez civis morreram nesta manhã e ao menos 25 ficaram feridos em Al Raml al Junubi", disse o OSDH em um comunicado, no qual afirma que navios de guerra e tanques do exército disparavam contra o bairro.

"Navios de guerra estão atacando Latakia e são ouvidas explosões em vários bairros", indicou o OSDH.

Além disso, "intensos disparos e explosões foram escutadas no bairro de Saliba", enquanto veículos de paramilitares partidários do regime e forças de segurança se concentravam na cidade", acrescentou o Observatório.

As comunicações telefônicas e a internet continuam cortadas, indicou o OSDH.

Segundo o Observatório, dois civis morreram no sábado em Latakia após a mobilização de "tanques e veículos de transporte de tropas (...) perto do bairro de al Raml al Junubi em Latakia (leste)".

Além disso, as forças de segurança lançaram foguetes no bairro de Al Sakenturi e uma criança ficou ferida no bairro de Bustan Saydui, acrescentou o OSDH.

Por sua vez, o exército e as forças de segurança sírias entraram na noite de sábado em dois subúrbios de Damasco e prenderam muitas pessoas, disse o Observatório.

Em Damasco, "as forças de segurança entraram massivamente em Sakba e Hamuriya e lançaram uma ampla campanha de detenções", indicou o Observatório.

Desde o início do movimento de protesto, no dia 15 de março, quase 1.800 civis morreram, segundo um registro desta organização.