Abbas se reuniu em segredo com Shimon Peres

O presidente da Autoridade Palestina, Mahmud Abbas, se reuniu em segredo em quatro ocasiões com o presidente israelense, Shimon Peres, para tentar reativar as negociações, bloqueadas há mais de um ano, indicou neste sábado uma autoridade palestina.

"Encontrei quatro vezes Shimon Peres em Amã e Londres para tentar retomar as negociações e o processo de paz sobre bases apropriadas", disse Abbas durante uma reunião de seu partido, o Fatah, na noite de sexta-feira, afirmou o responsável à AFP. Segundo esta fonte, o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, fez estes esforços fracassarem.

"Shimon Peres me garantiu que as negociações que estávamos realizando poderiam desembocar em resultado suscetíveis de ser adotados pelo governo de Netanyahu", acrescentou Abbas, citado por este funcionário, que pediu o anonimato.

"Após os quatro primeiros encontros, estava previsto um quinto em Amã, mas Shimon Peres se desculpou e me disse: 'Lamento muito, mas o governo não aceita o que negociamos e não posso fazer nada'", explicou Mahmud Abbas, segundo o palestino.

De acordo com esta fonte, Mahmud Abbas informou que Peres não havia especificado os pontos rejeitados pelo governo de Netanyahu.

O líder palestino tampouco indicou se havia chegado a um acordo com Shimon Peres, acrescentou a mesma fonte, sem indicar as datas nas quais estes encontros ocorreram.

Os meios de comunicação israelenses afirmaram no início de agosto a anulação de um encontro secreto previsto em Amã entre Mahmud Abbas e Shimon Peres porque Netanyahu negou-se a dar um mandato claro para o presidente negociar.

Em maio passado, os meios de comunicação israelenses também se referiram a um encontro secreto entre Peres e Abbas em Londres.

Ao ser interrogada pela AFP, uma porta-voz do chefe de Estado israelense negou-se a fazer comentários.