Morre quinta vítima dos distúrbios na Grã-Bretanha

Um homem de 68 anos, atacado na segunda-feira em meio aos distúrbios na Grã-Bretanha, morreu no hospital, informou nesta sexta a polícia britânica, o que eleva a cinco o número de óbitos em consequência dos confrontos.

Richard Mannington Bowes foi encontrado inconsciente na noite de segunda-feira em Ealing, bairro da periferia oeste de Londres, abalado pela onda de saques.

Bowes foi declarado morto às 23H52 local (19H52 Brasília) de quinta-feira e já há uma investigação de homicídio, informou a polícia.

"Foi um incidente brutal que teve como resultado a morte estúpida de um homem inocente", declarou o inspetor John MacFarlane.

Os distúrbios que afetaram Londres e outras cidades inglesas foram deflagrados com a morte de um homem de 29 anos, Mark Dugan, baleado pela polícia na semana passada.

Durante os confrontos, um homem morreu baleado na segunda-feira em Croydon, no sul de Londres, e outros três foram atropelados na terça, em Birmingham (centro), quando tentavam proteger seu bairro de saqueadores.