Joia perdida em Jerusalém é encontrada dois mil anos depois

Uma joia em forma de um pequeno sino, perdida em Jerusalém na época do Segundo Templo, há dois milênios, foi descoberta durante escavações perto da Cidade Velha, anunciou o Departamento israelense de Antiguidades.

O artefato, de ouro puro, estava numa antiga tubulação de água perto da fonte de Siloé, no bairro palestino de Silwan, na Jerusalém Oriental ocupada e anexada.

Arqueólogos estimaram que a joia teria sido perdida provavelmente por um grande sacerdote do Templo que, segundo a Bíblia, usava esse tipo de ornamento