Insurgentes somali desmentem a ONU e dizem que país não enfrenta fome

Os insurgentes islâmicos shebab rechaçaram a declaração da Organização das Nações Unidas (ONU) da existência de fome em duas regiões do sul da Somália controladas pelos rebeldes. A declaração foi dada por um porta-voz do movimento a uma rádio local.

"Há uma grande seca na Somália, mas não há fome. O que a ONU diz é 100% falso", afirmou Ali Mohamud Rage, para quem a declaração da entidade foi uma estratégia política.