Protesto na zona afetada pelo terremoto no Chile deixa 8 feridos

SANTIAGO, Chile, 21 Jul 2011 (AFP) -Os habitantes da localidade chilena de Dichato (sul), devastada pelo terremoto e maremoto de fevereiro de 2010, entraram em choque nesta quinta-feira com a polícia num protesto pela lentidão das obras de reconstrução. Oito pessoas ficaram feridas.

O presidente Sebastián Piñera anunciou na quarta-feira um plano de novas moradias para a região, que inclui infraestrutura urbana, de educação e saúde, e a demolição dos prédios afetados pelo terremoto e maremoto que atingiram o centro-sul do Chile com um saldo de mais de 500 mortos.

Segundo cifras oficiais, foram entregue 135.000 moradias, 61% do total prometido pelo governo depois do terremoto. Mais de 4.000 famílias vivem em acampamentos nas zonas afetadas pelo tremor.