México: polícia apreende 787 toneladas de produtos químicos para fabricação de drogas

Militares mexicanos estouraram um armazém no estado de Querétaro com 787 toneladas de um produto químico destinado à fabricação de drogas sintéticas, informou a Secretaria de Defesa Nacional (Sedena).

O estabelecimento de 2,5 mil metros quadrados guardava phenylacetamide, uma substância utilizada para a fabricação de drogas, e ainda 52,5 toneladas de ácido tartárico, também usado para a elaboração de entorpecentes.

O local ainda estocava 1,7 tambores com capacidade de 200 litros com outros líquidos ainda não identificados.

Os militares também desmantelaram um laboratório subterrâneo de 100 metros quadrados a quatro de profundidade destinado à fabricação de drogas sintéticas no estado de Sinaloa, o segundo que se encontra no local com as mesmas características.

Essas construções são uma nova modalidade do narcotráfico mexicano, onde a violência atribuída aos cartéis e às operações de repressão ao tráfico já deixaram mais de 41 mil mortos desde dezembro de 2006.