O futuro de Kadafi deve ser decidido pelos líbios, diz Casa Branca

Cabe aos líbios decidir o futuro do atual dirigente Muamar Kadafi, após sua necessária saída do poder, afirmou nesta quarta-feira o porta-voz da Casa Branca, Jay Carney.

"Os Estados Unidos sempre consideraram que o coronel Kadafi perdeu a legitimidade para dirigir (a Líbia) e que deve abandonar o poder", garantiu Carney durante um briefing.

No entanto, "são os libios quem devem decidir a própria sorte" uma vez que abra mão do poder, considerou, ao falar sobre Kadafi, no poder há 42 anos.

"Os líbios deverão decidir seu próprio futuro, inclusive quanto ao que fazer com Kadafi no caso de ele não sair do país", diss Carney.