Ex-presidente tunisiano condenado a 15 anos por posse de armas e drogas

TÚNIS - O ex-presidente tunisiano Zine El Abidine Ben Ali foi condenado nesta segunda-feira a 15 anos e meio de prisão e a uma multa de 54.000 euros por posse de armas, drogas e peças arqueológicas, anunciou o juiz do tribunal de primeira instância da Tunísia.

O presidente deposto, refugiado na Arábia Saudita, já havia sido condenado em 20 de junho passado à revelia a 35 anos de prisão e 45 milhões de euros de multa por desvio de fundos.