Derramamento de petróleo atinge afluente do rio Missouri nos EUA

A ruptura de um oleoduto no estado de Montana, no norte dos Estados Unidos, provocou um vazamento estimado entre 750 e mil barris de petróleo no rio Yellowstone, informou neste domingo a companhia ExxonMobil.

"Estamos trabalhando para limpar a região com a ajuda de especialistas trazidos de todo o país", disse o presidente da petrolífera Gary Pruessing num comunicado.

A ruptura da tubulação subterrânea ocorreu na noite de sexta-feira, mas só foi descoberta por empregados da empresa na manhã de sábado.

A ExxonMobil prometeu realizar uma "investigação detalhada" sobre o acidente e admitiu a "gravidade".

As autoridades temem que o petróleo seja levado pela correnteza até o rio Missouri, do qual o Yellowstone é um dos principais afluentes.

Segundo informações do New York Times, funcionários da Agência de Proteção Ambiental chegariam no fim da tarde de domingo para avaliar os danos.

Considerado um dos rios mais pitorescos do oeste americano, o Yellowstone nasce nas montanhas do estado de Wyoming (noroeste) e atravessa o parque nacional de mesmo nome, é caracterizado pelo lago e cataratas.

mk/bm/sh