Mônaco festeja casamento religioso do príncipe Albert II

Festa começará a partir do meio-dia (horário de Brasília)

O príncipe Albert II de Mônaco e Charlene Wittstock, que ontem se casaram em cerimônia civil, realizam neste sábado seu enlace religioso com a presença de 850 convidados (que começaram a chegar a partir das 11h,  no pátio de honra) e de 3,5 mil na praça do Palácio monegasco, incluindo chefes de Estado e representantes de outras famílias reais. 

A cerimônia será presidida pelo arcebispo de Mônaco, Bernard Barsi, e está previsto que comece às 12h (horário de Brasília) e termine uma hora e meia depois, ao contrário da rápida cerimônia de ontem, que durou apenas 15 minutos e no qual a princesa Stéphanie não evitou as lágrimas.

Após o casamento, o casal se dirigirá à Igreja de Santa Devota, padroeira do Principado, para que a noiva, como manda a tradição, deposite ali seu ramo, como fez a falecida princesa Grace após seu casamento com Rainier III em 1956.O  príncipe Albert II e Charlene chegarão ao local em um Lexus LS 600h Landaulet, um conversível concebido especialmente para a ocasião, e nesse mesmo carro voltarão ao Palácio por volta das 14h10 (de Brasília).