Babá brasileira acusa casal nos EUA de fazê-la de escrava

Uma babá brasileira, cujo nome não foi divulgado, acusou um casal de mantê-la sob regime de trabalho escravo após convidá-la para exercer a função em São Francisco, Califórnia, nos EUA. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Na acusação, ela diz que começou a trabalhar para a amiga Kesia Penzato, brasileira, e seu marido, o italiano Giuseppe Penzato, em agosto de 2009. Segundo ela, durante três meses, eles lhe negaram alimentação e salário. 

A babá diz que Kesia a agrediu e que Giuseppe entrava em seu quarto enquanto ela dormia para pôr a mão no seu corpo. O casal, preso na semana passada, nega as acusações.