Ex-ministro de Mubarak é condenado a cinco anos de prisão

O ex-ministro da Habitação egípcio Ahmed al-Maghrabi, que ocupou o cargo na época do presidente Hosni Mubarak, foi condenado nesta quinta-feira a cinco anos de prisão por desvio de recursos públicos, segundo uma fonte judicial.

Um tribunal do Cairo o declarou culpado de ter adquirido bens públicos de forma ilícita e por ter dilapidado recursos públicos em um valor total de 73 milhões de libras egípcias (12 milhões de dólares), indicou esta fonte.

Maghrabi é o terceiro ex-ministro de Mubarak condenado por malversação. Os dois primeiros foram os ex-ministros do Interior Habib El Adli (12 anos de prisão) e do Turismo Zoheir Garranah (cinco anos).

Mubarak, que renunciou no dia 11 de fevereiro após uma grande mobilização popular contra seu regime, também será julgado, mas ainda não foi fixada a data do julgamento.