Em campanha pelo FMI, Lagarde viajará 'nos próximos dias' a Brasil e China

 

PARIS - A ministra francesa da Economia, Christine Lagarde, viajará "nos próximos dias" para Brasil e China, no intuito de defender sua candidatura à direção do Fundo Monetário Internacional (FMI), informaram nesta quinta-feira fontes próximas ao ministério.

"Ela deve ir nos próximos dias à China e ao Brasil, mas ainda precisamos definir o calendário e as características destas visitas", indicaram as fontes.

O objetivo de Lagarde, que pode incluir outros países dos BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) em seu roteiro, é "fazer-se conhecer, explicar os motivos de sua candidatura e fazer campanha" para sua nomeação como sucessora do também francês Dominique Strauss-Kahn.

Os gigantes emergentes dos BRICS protestaram na terça-feira contra a intenção da Europa de manter um europeu à frente do fundo, como acontece desde sua criação, em 1946.