Busca por desaparecidos por tornado nos EUA entra no quarto dia

Equipes de resgate e familiares das vítimas seguem nesta quinta-feira com as buscas aos cerca de 1.500 desparecidos na cidade americana de Joplin, no estado do Missouri, quatro dias após um forte tornado devastar a região. Pelo menos 150 corpos já foram encontrados.

Após três dias de uma meticulosa busca entre as devastadas casas de Joplin, os bombeiros nada encontraram entre os escombros.

"Estamos decepcionados, mas também aliviados por não encontrar mais vítimas fatais", disse o chefe da corporação, Mitch Randles.

As equipes manifestaram a esperança de que muitas pessoas tidas como desaparecidas ainda estejam vivas, e apenas não conseguiram se comunicar com amigos e familiares. No entanto, disseram que o número de mortos na tragédia também pode aumentar.

A Cruz Vermelha americana criou um site na internet para que as pessoas coloquem nomes na lista de desaparecidos, mas apenas poucas vítimas cadastradas foram localizadas.

"É um trabalho muito difícil. Gostaríamos de ver um número maior de famílias se reencontrando", lamentou Bill Benson, que coordena os trabalhos de comunicação da Cruz Vermelha.

O furação que varreu a cidade de Joplin no domingo foi considerado o mais devastador dos Estados Unidos nas últimas seis décadas, deixando um rastro de destruição de 6,5 km de comprimento por 1 km de largura.