Batalha entre narcotraficantes deixa 28 mortos no México

MÉXICO - Um combate entre dois grupos rivais de narcotraficantes em uma estrada do noroeste do México terminou com 28 mortos e quatro feridos, informou a justiça do estado de Nayarit, onde tropas do Exército e homens da Marinha, auxiliados por policiais federais, realizam uma extensa patrulha nesta quinta-feira.

A verdadeira batalha campal aconteceu no fim da tarde de terça-feira, em uma estrada próxima ao povoado de Ruiz, no norte de Nayarit.

Os dois grupos, que se movimentavam em caminhonetes e se perseguiram por vários quilômetros, trocaram tiros de fuzil e granadas por quase uma hora, segundo testemunhas.

Os policiais que chegaram ao local após uma denúncia de sequestro no povoado vizinho "encontraram 28 pessoas mortas, mais quatro feridas e 10 veículos abandonados", indicou a procuradoria estadual em um comunicado.

Os feridos foram levados sob um forte esquema de segurança para um hospital de Topic, capital do estado.

Nayarit, na costa do Pacífico, faz fronteira com o estado de Sinaloa, feudo de Joaquín 'El Chapo' Guzmán, indicado pelas autoridades como mais importante chefe do narcotráfico no México.

O cartel de Sinaloa enfrenta há meses o desafio de grupos rivais em seu território, como o Los Zetas e a Família Michoacana.