Otan bombardeia Trípoli e Nalut

Quatro fortes explosões sacudiram Trípoli na madrugada desta quinta-feira, no terceiro dia de intensos bombardeios da Otan contra a capital líbia.

As quatro explosões ocorreram por volta da 00H00 local (19H00 Brasília de quarta) e abalaram uma zona próxima ao centro da cidade, observou o correspondente da AFP.

A agência oficial de notícias líbia Jana informou que a aviação da Otan também bombardeou "instalações civis e militares" em Nalut, 230 km a oeste de Trípoli, na zona montanhosa de Jebel Nafusa, palco de choques entre os rebeldes e as forças leais ao coronel Muammar Kadhafi.

A ação da Otan nos últimos dois dias se concentrou na zona de Bab Al-Aziziya, próxima ao centro de Trípoli, onde está situado o quartel-residência de Kadhafi.

Ao menos oito fortes explosões abalaram a região de Bab Al-Aziziya na madrugada de quarta-feira, após outro intenso bombardeio na mesma zona na terça-feira, que deixou três mortos e 150 feridos.

O ataque de terça-feira foi o mais violento desde o início da intervenção militar internacional na Líbia, no dia 19 de março, e teve como alvo um quartel da Guarda Popular, unidade de voluntários de apoio ao Exército.

A intervenção internacional, determinada pelas Nações Unidas, visa a impedir a sangrenta repressão das tropas de Kadhafi sobre os rebeldes líbios.