Egito abrirá passagem definitiva com Faixa de Gaza

O Egito abrirá a passagem de fronteira com a Faixa de Gaza em caráter permanente a partir de sábado, com a finalidade de limitar o bloqueio deste território palestino controlado pelo Hamas, informou nesta quarta-feira a agência oficial egípcia MENA. 

As autoridades egípcias abrirão a passagem de Rafah das ‘09H00 às 17H00 (local) todos os dias, exceto nas sextas e nos feriados’, a partir de 28 de maio, revelou a agência. 

A passagem de Rafah é a única na fronteira da Faixa de Gaza que não está sob o controle de Israel, que mantém um estrito bloqueio sobre o território palestino. 

Esta medida seguramente irritará as autoridades israelenses, que já mostraram sua preocupação com a decisão do Egito de abrir a passagem. 

"As mulheres palestinas de qualquer idade não precisarão de visto, do mesmo modo que os homens com menos de 18 anos e mais de 40’, precisou a agência de notíciais. 

O visto também não será exigido dos palestinos que desejem estudar no Egito, desde que provem cursar uma universidade egípcia. 

"A abertura da passagem de Rafah faz parte dos esforços egípcios por acabar com a divisão entre os palestinos e promover a reconciliação nacional’, destaca a agência Mena. 

Em 29 de abril, dois dias após o Egito patrocinar o acordo de reconciliação entre os grupos palestinos Hamas e Fatah, o ministro egípcio das Relações Exteriores, Nabil al Arabi, anunciou a intenção de seu país de abrir permanentemente a fronteira com a Faixa de Gaza.