Eurocontrol anuncia cancelamento de 252 voos por causa de vulcão

 

BRUXELAS - A passagem da nuvem de cinzas lançada na atmosfera pelo vulcão islandês Grimsvotn pelos céus da Escócia e Irlanda provocou nesta terça-feira o cancelamento de 252 voos, anunciou a Eurocontrol.

Na manhã desta terça, as cinzas também alcançaram o sudoeste da Noruega, mas o tráfego aéreo neste país sofreu apenas perturbações menores, indicou a Avinor, que opera os aeroportos noruegueses.

"A nuvem chegou à Escócia e ao norte da Irlanda, e as companhias aéreas decidiram não voar nas zonas vermelhas de forte densidade de cinzas", explicou Brian Flynn, chefe de operações da Eurocontrol, entidade europeia de segurança aérea.

Depois da paralisia provocada em abril de 2010 pelas cinzas de outro vulcão islandês, o Eyjafjoll, as autoridades estabeleceram três zonas - azul, cinza e vermelha - para evitar que esta situação se repetisse.

Antes, as medidas de segurança impunham a cada país o fechamento do espaço aéreo a partir do momento em que a nuvem de cinzas se aproximasse.

"No fim do dia, a nuvem deve chegar ao sul da Escandinávia, Dinamarca e algumas partes da Alemanha", acrescentou Flynn.

"Depois, seguirá para o sul e afetará França e Espanha, ainda é difícil saber quando".

O vulcão Grimsvotn, o mais ativo da Islândia, registrou no sábado passado a erupção inicial mais violenta dos últimos cem anos, provocando uma imensa nuvem de cinzas.