Discurso de Netanyahu é interrompido por manifestante

O primeiro-ministro israeliense Benjamin Netanyahu foi rapidamente interrompido nesta terça-feira durante seu discurso no Congresso americano por uma manifestante contrário à política israelense nos territórios ocupados.

Alguns minutos depois do início do discurso, uma mulher que estava sentada entre o público levantou-se e gritou: "chega de ocupação".

A manifestante estava a apenas cinco metros da esposa do primeiro-ministro, Sarah Netanyahu.

Netanyahu interrompeu seu discurso antes de dizer: "vocês sabem, eu considero uma honra - e tenho certeza que vocês também - o fato de que em nossa sociedade possamos nos manifestar. Não veríamos manifestações desse tipo nos parlamentos ridículos de Teerã ou de Trípoli".

A manifestante tentou brandir uma bandeirola com a cor vermelha, que foi arrancada de sua mão imediatamente por um membro dos serviços de segurança. Ela foi levada para fora da Câmara dos Representantes.

O incidente durou apenas alguns segundos.

Consultada pela AFP sobre o incidente, a polícia do Capitólio respondeu que estudava as possíveis acusações que poderiam ser apresentadas contra a manifestante.